5 pontos de reflexão sobre o futuro da tecnologia

Por Guilherme Tavares, CEO do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) do Grupo Toccato.

Certamente, durante a execução de tarefas diárias, temas relacionados à tecnologia e seus impactos acabam surgindo em algum momento da sua rotina. Seja no ambiente profissional ou pessoal, esse é um assunto debatido com frequência, tendo em vista a proporção que a tecnologia ganhou em nossas vidas. Isso porque, diariamente, somos bombardeados por novidades tecnológicas, desde softwares com diferentes funções e propósitos até mesmo gadgets inteligentes para facilitar o cotidiano.

Nesse sentido, nada mais óbvio do que afirmar que a tecnologia faz parte do nosso presente e indiscutivelmente do nosso futuro, considerando, claro, todos aqueles que possuem fácil acesso aos recursos tecnológicos. Não se pode mais traçar perspectivas e panoramas que não apresentem nenhuma ligação com a tecnologia, mostrando o quão relevante a inovação é para a nossa realidade. Ao falarmos sobre a relação da tecnologia com o futuro, falamos sobre a evolução e transformação constante.

Por isso, separei cinco pontos reflexivos sobre a tecnologia e sua participação em nossas vidas, tanto no momento vivenciado agora, o presente, como em nosso futuro. Confira a seguir:

1. Inteligência Artificial está em todos os lugares

Se nos questionassem há algumas décadas sobre o uso da Inteligência Artificial (IA), talvez surgissem cenários relacionados à ficção científica assim como vemos no universo cinematográfico, por exemplo. Costumávamos associar a IA à robôs, mas, hoje, na prática, o cenário é diferente. E, para o futuro, tende a caminhar em um âmbito totalmente digitalizado. Com certeza, teremos ambientes mais informatizados, como a área da saúde e educação, por exemplo, com ferramentas avançadas e que revolucionarão o mercado por completo. Trazendo para a atualidade, já podemos acompanhar como a IA está avançando e, até mesmo no auge da pandemia de coronavírus, esta tecnologia combinada com outros recursos foi usada para acompanhar o quadro dos pacientes. O futuro trará a Inteligência Artificial aplicada em todas as partes, fazendo com que seja uma das tecnologias mais disseminadas pelo mundo.

2. Objetos inteligentes evoluem e se tornam indispensáveis

O conceito de Internet das Coisas já é uma realidade vista até mesmo dentro de casa, em objetos manuseados a cada instante. Utilizando a combinação com Inteligência artificial, a Internet das Coisas traz a reflexão sobre como a tecnologia está presente e só tende a aumentar sua participação na vida de cada um. Inclusive, é neste contexto que os smartphones utilizados atualmente poderão ficar obsoletos. Levando em consideração a modernização constante dos acessórios utilizados hoje, como os smartwatches e smart speakers, é possível que os celulares já não serão mais da forma que conhecemos e terão funcionalidades que ainda nem imaginamos.

3. Continuaremos lidando com um alto volume de dados

É inegável que o Big Data reflete toda a demanda do mercado. O alto volume de informações transacionadas tanto pelas empresas quanto na vida pessoal segue em alto ritmo e, por isso, a mineração dos dados será fundamental. São muitos conteúdos, informações e números circulados a cada segundo no ambiente online e offline, que precisam ser organizados e transformados em ações e decisões coerentes. Noções de Business Intelligence, para as companhias, já não serão mais um diferencial no futuro. O importante é não se perder em meio a tantos dados e conseguir traduzi-los para a realidade de cada um.

4. O consumo será inteiramente guiado pela tecnologia

Dificilmente um consumidor comprará algo sem ter sido influenciado pela tecnologia, mesmo que de forma inconsciente – reitero que este cenário envolve aqueles que possuem fácil acesso à internet. No caso da loja física, o consumo também não será mais o mesmo e as pesquisas de preço realizadas previamente, bem como uma avaliação sobre a qualidade e variedade, serão cada vez mais frequentes. Aqui, vale uma reflexão sobre como a tecnologia está revolucionando o varejo em todo o mundo. O suporte pós-venda já não pode ser deixado de escanteio pelos varejistas e precisará estar no centro das atenções. Os recursos tecnológicos serão os responsáveis por fechar uma venda e seguir fazendo “mais do mesmo” não é uma opção para as empresas.

5. A imersão e experiência cognitiva serão expandidas

A realidade virtual tende a crescer e ganhar novos recursos para que a experiência cognitiva se aprimore progressivamente. Aliás, em um cenário de tantos avanços e inovação constante, a imersão não pode ser deixada de lado e fará parte do nosso futuro. Indo além do cognitivo, o sensorial pode se amplificar, elevando a experiência física das pessoas, como, por exemplo, no varejo. A tecnologia ajudará a estimular o sistema sensorial humano e as marcas estarão atreladas muito mais do que apenas à visão. Essa é uma reflexão sobre a criação da interface de multiexperiência e a estruturação de aplicativos imersivos diferentes do que existe no mercado.

A participação tecnológica no nosso dia a dia cresce a cada instante e, para finalizar essa reflexão, reitero que os dados já possuem uma participação importante fora do ambiente de negócios. Lidar com o alto volume de informações que recebemos diariamente não é uma tarefa fácil e, por isso, a tecnologia acompanhará a mineração de dados. Por isso, transforme os insumos coletados em conteúdos valiosos!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.