Campanha ‘Decore a Berlinda’ busca custear ornamentação da berlinda


Decoração da berlinda que participa da Transladação e do Círio é feita todos os anos com flores naturais Campanha visa arrecadar doações para decoração da berlinda
Gabriel Lima
A Diretoria da Festa do Círio de Nazaré lança a campanha “Decore a Berlinda”, com o objetivo de custear a ornamentação de mais este símbolo da festividade católica.
Os devotos que contribuírem receberão um Diploma de Reconhecimento pela doação. A decoração será feita no dia 09 de outubro e será transmitida ao vivo pelas redes sociais da festividade.
“Em 2020, pela primeira vez na história do Círio, a decoração da Berlinda foi feita ao vivo e com transmissão pelos veículos oficiais do Círio, assim também acontecerá este ano, só que agora com a inovação de que os fiéis poderão contribuir com doações e também nas demais ornamentações dos eventos do Círio 2021”, diz o coordenador da Diretoria da Festa de Nazaré, Albano Martins.
As doações podem ser feitas pelo site .
História da berlinda
Até 1881, a imagem de Nossa Senhora era conduzida no colo pelo capelão do Palácio do Governo, em um palanquim, uma espécie de liteira fechada, presa a um varal levado no ombro por quatro ou seis homens.
Foi só no ano seguinte, em 1882, que foi adotada a berlinda, uma sugestão do Bispo Dom Macêdo Costa, que era puxada por cavalos. Em 1885, a corda foi introduzida, após a berlinda ter ficado atolada em um alagamento próximo ao Ver-o-Peso.
Em 1926, o arcebispo de Belém, Dom João Irineu Joffily, sugeriu diversas mudanças no Círio de Nazaré, dentre elas, a substituição da berlinda por um andor. E assim foi feito até 1930, quando a berlinda retornou.
A berlinda utilizada na Trasladação e no Círio foi confeccionada em 1964 pelo escultor João Pinto, e é a quinta da história. Com estilo barroco, ela foi produzida em cedro vermelho, e todos os anos é ornamentada com flores naturais.
Todos os anos é criada expectativa para ver a decoração da berlinda. Este ano será a segunda vez que a decoração será transmitida ao vivo.
Gabriel Lima
Para as demais romarias, são utilizadas berlindas menores e mais simples, com exceção da Romaria das Crianças e da Procissão da Festa, quando é utilizado o nicho onde a imagem era colocada no presbitério da Basílica, colocado em um andor com rodas. No Recírio a imagem é levada em um andor nos ombros.
Em 2012, a berlinda passou por uma reestruturação, quando foi inserida uma nova cobertura de folhas de ouro, a implantação de um sistema de iluminação em fibra óptica com luz branca no interior e luz amarela na parte exterior.
Vídeos: veja os vídeos com as principais notícias do Círio de Nazaré
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.