Cão teria sido abandonado por causa de gastos com tratamento no Norte de SC

A história de um cão da raça boxer, encontrado dentro de uma vala em Itajaí, tem repercutido nas redes sociais desde segunda-feira (13). Isso porque, segundo protetores animais, ele teria sido abandonado pela esposa de um secretário de Barra Velha, no Norte de Santa Catarina.

Cachorro foi achado em uma vala, com a perna quebrada – Foto: Internet/Reprodução/ND

Segundo a ex-vereadora de Itajaí Renata Narcizo Machado, que atualmente gerencia a Uapa (Unidade de Acolhimento Provisório de Animais), o animal foi encontrado a cerca de 50 metros do canil do município, por volta das 6h30 de quinta-feira (9), antes mesmo do local abrir, às 7h.

O espaço, segundo a protetora, é alvo constante de abandonos de animais, que vêm de diferentes cidades do Estado.

“Com certeza, ele tentou ir atrás dela, andou uns 50 metros e caiu dentro dessa vala”, afirmou Renata. “Na hora, nós nem pensamos em foto. Nós o pegamos e levamos para dentro”, completou.

Após o resgate, Renata anunciou nas redes sociais uma “vaquinha” para angariar recursos para o tratamento do animal, procedimento padrão quando a equipe da Uapa encontra animais em situação de vulnerabilidade.

Uma veterinária de Barra Velha, de acordo com ela, viu a publicação e comentou que atendeu o cachorro na cidade do Norte do Estado. Ele teria ficado internado por cerca de cinco dias.

Quando foi encontrado, o boxer estava com uma bandana no pescoço e uma das pernas quebradas.

Renata chegou a conversar com a mulher que supostamente abandonou o animal. Ela teria alegado à protetora falta de recursos para o tratamento do cão, tendo em vista que já teria desembolsado muito com o cachorro. Ela teria resgatado o animal há cerca de 20 dias em uma rodovia, segundo comentou à Renata.

Até esta terça-feira (14), R$ 500 haviam sido arrecadados pelos protetores de Itajaí. “Ainda não foi possível fazer cirurgia pois ele está muito fraco e anêmico. Está esperando a transfusão de sangue hoje para ver como vai reagir”, comentou Renata, em uma publicação na internet. O cachorro segue na Uapa.

Uma advogada, inclusive, se ofereceu para representar o canil.

Posição da prefeitura

A prefeitura de Barra Velha, por meio de assessoria, negou o abandono e informou que o casal teria resgatado o animal e o levado a uma clínica veterinária.  “Não foi abandonado por eles, muito pelo contrário”, diz o texto.

A reportagem do ND+ tentou contato com a mulher que supostamente abandonou o animal, mas não teve retorno até a publicação da reportagem.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.