Governo do Equador anuncia saída de sua segunda ministra em dois dias

O governo do Equador anunciou nesta quarta-feira (15) a saída da ministra da Agricultura e Pecuária, Tanlly Vera, na segunda perda do gabinete do presidente Guillermo Lasso em dois dias.

Em um comunicado da Secretaria-geral de Comunicação da Presidência, o Executivo “agradece a Tanlly Vera por seus serviços ao liderar com responsabilidade e dedicação” a pasta da Agricultura.

Vera deixa o cargo em meio a protestos de produtores de arroz, que fecharam estradas novamente na quarta-feira para exigir aumento no preço de seu produto. Os agricultores estão exigindo que o valor passe de US$30 para US$ 35 por uma sacola de 200 libras.

A chefe do Ministério da Agricultura e Pecuária é a segunda ministra a deixar o gabinete em dois dias. Na terça-feira, Mae Montaño, responsável pela pasta de Inclusão Econômica e Social, renunciou.

Montaño alegou que o Executivo a pediu para deixar o cargo por considerar que liderava o ministério de forma “personalista”.

Lasso, que assumiu a presidência em 24 de maio, planeja empossar os novos ministros ainda hoje.

Em 31 de agosto, o presidente substituiu o Secretário-Geral da Presidência, o gerente da Corporação Nacional de Telecomunicações (CNT) e o diretor do Centro de Inteligência Estratégica (CIES).

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.