HC-UFU retoma cirurgias eletivas de forma gradual após 4 dias de suspensão


Procedimentos foram suspensos na última quarta-feira (8) devido ao aumento da taxa de ocupação de leitos do Pronto-Socorro. Durante o período cirurgias de urgência e emergência foram priorizadas. Entrada do Centro Cirúrgico do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia
Cristiano Sobrinho/HC-UFU/Ebserh
Após 4 dias suspensas, as cirurgias eletivas foram retomadas de forma gradual no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) na segunda-feira (13). A decisão foi anunciada pelo Colegiado Executivo da unidade nesta terça-feira (14).
A suspensão dos procedimentos foi anunciada na última quarta-feira (8) devido ao aumento da taxa de ocupação de leitos do Pronto-Socorro registrado nas últimas semanas e a situação crítica dos estoques de materiais hospitalares e medicamentos. No período, foram priorizadas atendimentos de urgência e emergência.
De acordo com o HC-UFU, cirurgias eletivas já foram realizadas desde segunda-feira e outras estão sendo remarcadas. A retomada foi possível com o recebimento gradual de insumos.
“Inicialmente, priorizamos os casos de urgência e emergência e, com a retomada gradual, já voltamos a reagendar os procedimentos daqueles pacientes que estavam internados e tiveram suas cirurgias canceladas”, afirmou o superintendente do hospital, Nilton Pereira Júnior.
Ainda segundo a direção da unidade, a superlotação é recorrente no cotidiano do Pronto-Socorro. No entanto, apesar da redução do número de casos, a pandemia de Covid-19 continua trazendo efeitos para a saúde pública como o aumento de preços de materiais hospitalares e medicamentos causado pela alta demanda pelos produtos e a extensão de prazos de entrega dos pedidos.
Outro fator citado pelo HC-UFU é o aumento da demanda no pronto-atendimento com pacientes com doenças crônicas que realizavam acompanhamento ambulatorial na unidade, mas que foram interrompidos pela pandemia.
VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.