Profissão Repórter mostra a rotina de trabalhadores que tentam ganhar a vida informalmente no Brasil


Dos mais de 38 milhões de trabalhadores informais espalhados pelo país, boa parte deles está nas ruas. Profissão Repórter mostra a rotina de trabalhadores que tentam ganhar a vida informalmente no Brasil
Profissão Repórter
O Profissão Repórter desta terça-feira (14) mostrou a rotina de trabalhadores que tentam ganhar a vida informalmente no Brasil. Dos mais de 38 milhões de trabalhadores informais espalhados pelo país, boa parte deles está nas ruas.
Vendedores de panos de chão tomaram as esquinas de São Paulo. A repórter Sara Pavani acompanhou o dia de trabalho de Daniel Ferreira Matos, de 43 anos. Depois de perder o emprego de garçom em Minas Gerais, Daniel ganha R$ 50 por dia vendendo panos nas ruas. Assim como ele, outros vendedores dividem espaço com o trânsito da capital paulista.
Vendedores de panos de chão trabalham nas esquinas de São Paulo
Também em São Paulo, o repórter Pedro Borges virou a noite para mostrar como funciona a feira da madrugada no Brás. Os ambulantes estão em campanha para regularizar a categoria. Há apenas 104 licenças permanentes na região, mas só na feirinha da madrugada são 3.600 ambulantes. Em todo o Brás, 20 mil.
Quando a feira da madrugada termina, às 5h, outros ambulantes chegam e os lojistas abrem as portas. A reportagem mostra também a tensão durante o “rapa”, a operação da prefeitura que confisca os produtos dos ambulantes irregulares.
Ambulantes fazem campanha para regularizar a categoria em São Paulo
O repórter Thiago Jock esteve em Belo Horizonte. Desempregados passaram a vender balas para sobreviver. É o caso de Laiane Gomes dos Santos, jovem de 21 anos que perdeu o trabalho e passou a buscar na rua o sustento da família.
E a abordagem de um ambulante, no mês passado, foi registrada pelo celular. Um dos guardas ajoelha no peito dele, as pessoas ao redor gritam, enquanto os fiscais recolhem os produtos espalhados pelo chão.
Trabalhadores informais convivem com a abordagem de fiscais em Belo Horizonte
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.