SP: queda de avião em 15 segundos é investigada pela Aeronáutica

São Paulo – A queda em 15 segundos do bimotor que decolou do Aeroporto Municipal Pedro Morganti, em Piracicaba, interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira (14/9) será investigada por militares da Aeronáutica. A aeronave, segundo a Polícia Civil, tinha como destino o estado de Tocantins.

Todos os sete que estavam abordo da aeronave morreram. Entre eles, estava o empresário Celso Silveira Mello Filho, irmão do dono da Cosan, Rubens Ometto. Nesta tarde, militares do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) recolhem peças do avião, ouvem testemunhas e fotografam o local.

O acidente ocorreu por volta das 8h45, no bairro Santa Rosa, ao lado do Parque Tecnológico. A Polícia Civil informou que foram localizados os destroços da aeronave ainda com focos de incêndio. O Corpo de Bombeiros controlou o fogo e resfriou o local com mangueiras de água.


0

De acordo com dados informados pela Agência Nacional de Aviação (Anac), a aeronave estava com o certificado e a manutenção regulares, o certificado de aeronavegabilidade está válido até 13 de setembro do ano que vem.

O Metrópoles apurou ainda que o piloto Celso Elias Carloni, 39 anos, tinha experiência de mais de 500 horas de voo e também era apto a pilotar um jatinho. Ele tinha habilitação válida até outubro do ano que vem.

Prefeitura monta força-tarefa com 100 agentes

Em nota, a Prefeitura de Piracicaba informou que montou força-tarefa com 100 agentes. O prefeito Luciano Almeida decretou luto de três dias pelos mortos no acidente.

“Ficamos consternados com o acidente e, por isso, decretamos luto oficial no município como forma de prestar nossa homenagem neste momento tão difícil”, disse Luciano, em nota divulgada pelo município.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 16 agentes e sete viaturas continuam no local.

Além do empresário Celso Silveira Mello Filho, morreram  sua esposa Maria Luiza Meneghel, 71 anos, e os 3 filhos do casal: Celso Meneghel Silveira Mello, 46 anos, Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin, 48 anos, e Fernando Meneghel Silveira Mello, 46 anos; o piloto Celso Elias Carloni, 39 anos, e o copiloto Giovani Dedini Gulo, 24 anos.

O post SP: queda de avião em 15 segundos é investigada pela Aeronáutica apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.