Spinelli e Tellechea: Quebra da igualdade na recuperação judicial

A crise do devedor enseja a comunhão de perdas dos credores, da qual participam, em menor ou maior grau, todos os envolvidos [1]. É o chamado “princípio da comunhão das perdas” (Grundsatz der Verlustgemeinschaft) [2], o qual, sob a roupagem da igualdade de tratamento (par conditio creditorum), é …
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.