Tabagismo: 4 maneiras de largar o vício do cigarro

A maioria das pessoas já está cansada de saber todos os prejuízos que o cigarro oferece para saúde. Câncer de pulmão, impotência sexual e até mesmo problemas cardiovasculares estão entre os principais efeitos do tabagismo. De acordo com o Instituto Nacional de Combate ao Câncer (INCA), o ato de fumar todos os dias pode ser considerado uma doença crônica.

É nada mais do que a dependência da nicotina, uma substância presente em produtos à base de tabaco. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é responsável direto e indireto – já que fumantes passivos também sofrem com o mal – pela morte de aproximadamente oito milhões de pessoas por ano no mundo.

Mesmo cientes de todos esses prejuízos para a própria saúde e dispostos a largarem o vício, é comum encontrar fumantes que não conseguem abandonar o tabagismo. Isso pode ter, inclusive, causas psicológicas envolvidas. “Ao fumar, a pessoa ativa regiões do cérebro e experimenta sensação de compensação, de prazer e, exatamente por isso, o ato de fumar costuma ocorrer quando se está sobrecarregado, com estresse ou agitado. A pausa do trabalho, o cafezinho no serviço e outros pontos da rotina passam a ser acompanhados do cigarro – que acaba associado à sensação de alívio para muitas pessoas.”, explica a coordenadora e professora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera de São Bernardo do Campo, Sueli Cominetti Corrêa.

Leia a reportagem completa no Saúde em Dia, parceiro do Metrópoles.

O post Tabagismo: 4 maneiras de largar o vício do cigarro apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.