TSE barra manobra do MP para processar empresa por doação irregular

Por maioria apertada de 4 votos a 3, o Tribunal Superior Eleitoral barrou o que considerou uma manobra do Ministério Público Eleitoral para evitar a perda de um prazo que o impediria de processar uma empresa por doações eleitorais acima dos limites previstos em lei no pleito de 2014.
Em seis…
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.