VÍDEO em que empresários zoam Bolsonaro foi gravado por assessor de Temer

Temer ri de Bolsonaro junto da elite
Temer ri de Bolsonaro junto da elite. Foto: Reprodução

Nesta terça (14), viralizou uma reunião de Michel Temer em que Jair Bolsonaro é chacota entre empresários. André Marinho zombava da carta de arrego escrita pelo ex-presidente.

O responsável por gravar o vídeo é Elsinho Mouco, assessor e marqueteiro do emedebista. Ele trabalha com Temer desde que era vice de Dilma Rousseff. Mouco tem atuado de maneira ativa nas redes, promovendo o ex-presidente.

Segundo o site Poder360, o vídeo foi enviado ao empresário de Paulo Marinho, que fez questão de divulgá-lo. Outros trechos da conversa foram gravados e devem circular pelas redes ainda hoje.

Leia também:

1 – Bolsonaro resistiu à carta de pacificação: “O cara quer prender meu filho”

2 – Enquanto escrevia carta ao STF, ex- presidente traía Bolsonaro em manifesto do MDB

3 – Quem é Naji Nahas, o picareta que o emedebista escolheu para juntar amigos e zombar das hemorroidas de Bolsonaro

A lista de convidados de Temer

O encontro ocorreu no apartamento de Naji Nahas, em São Paulo, e foi organizado por Temer.

Além de Temer, seu assessor, e Marinho pai e filho, outros membros da elite estavam na mesa: João Carlos Saad, presidente do grupo Bandeirantes; Gilberto Kassab, presidente do PSD, Roberto D’Ávila, apresentador e diretor da GloboNews; Raul Cutait, cirurgião Sírio Libanês, Antonio Carlos Pereira, ex-editorialista do Estadão, e José Yunes.

Marinho diz que carta de arrego foi “meio maricas”

O humorista prosseguiu zoando o presidente na ocasião. Ele brincou que a carta foi “meio maricas”

“E essa cartinha que eu recebi tua, achei ela meio infantil, meio maricas. Tô achando que foi o Michelzinho que mandou pra mim”.

“Cadê a parte que combinei contigo de queimar o STF, cadê a parte que combinei que botasse peruca no Fux, cadê a parte que combinei de botar o pau de arara na Praça dos Três Poderes e dar de chibata no lombo de Alexandre de Moraes”, prossegue.

Marinho ainda disse que o emedebista teria “tapete vermelho” no Planalto após o texto:

“E quando tu quiser, tu pode me ligar aí, que eu te recebo com os meus cupinchas aí, que vão estar prontos para botar o tapete vermelho para você aí, tá OK?”.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.