68 jornalistas foram detidos na Bielorrússia durante protestos desde 9 de agosto

A associação de jornalistas da Bielorrússia informou que, no total, 68 jornalistas foram detidos desde 9 de agosto durante a onda de protestos que tomou conta do país.

“Informações sobre jornalistas em 13 de agosto: 23 jornalistas permanecem detidos; detenções de jornalistas desde 9 de agosto: 68”, disse a associação em um canal do Telegram.

A organização também realtou que foram registrados 29 casos de violência contra jornalistas.

Os manifestantes estão nas ruas desde 9 de agosto, em protesto contra a reeleição do presidente da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, que obteve 80,23% dos votos, enquanto sua principal adversária, a candidata opositora Svetlana Tikhanovskaya, teve 9,9%.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.