Atletas de de Floripa conquistam medalhas na 1ª disputa virtual de Surfe

Nove surfistas de Floripa e região da Capital ficaram entre os vencedores do primeiro campeonato virtual de surf do Brasil, que reuniu 94 atletas de sete estados. As disputas encerraram no domingo (9), após um mês de competição, válida pela 2ª etapa do Circuito Fecasurf Amador e pelo Surf Talentos Oceano.

Um dos destaques foi Luã Silveira, de Florianópolis, atleta da Associação da Joaquina, campeão na categoria sub 18. O baiano radicado em Floripa Kayki Araújo ficou em terceiro.

Entre as mulheres, a manezinha Laura Paupp, do Campeche, superou na final a catarinense, Kiany Hyakutake, de Praia Grande, e ficou com o título. Laura também levou a prata (segundo lugar) na sub 14, dividindo o pódio com Maya Carpinelli, de Garopaba, que ficou em terceiro.

Outro manezinho que subiu no ponto mais alto do pódio foi Léo Casal, atleta do Campeche, campeão na sub 15. Kayki Araújo desta vez ficou em segundo lugar.

O quarto ouro para Floripa veio com Gabriel Ogasahara, também da Joaquina, que venceu na sub 14. O costarriquenho Kalani Abrahão, radicado em Floripa, ficou em segundo e o chileno Ryan Martins, que também mora na Capital catarinense, em terceiro.

Luá Silveira (Foto: divulgação)

Ryan Martins voltou ao mar na sua categoria, sub 12, e não deu chance pra ninguém, ficando com o primeiro lugar. Na sub 10, a mais jovem das categorias, o destaque para a região de Floripa ficou com Michel Demétrio, de Palhoça, que ficou em terceiro lugar.

A disputa foi a forma com que as federações encontraram como uma alternativa para dar sequência às competições durante o período de distanciamento social em decorrência da pandemia, mantendo os atletas em atividade e o setor ativo. Para participar, os atletas inscritos registraram em vídeo suas oito melhores ondas surfadas em qualquer lugar do país dentro do período estabelecido, com data e horários comprovados.

As imagens mostrando as manobras foram avaliadas virtualmente pelo quadro técnico da Fecasurf. No final, oito surfistas se consagraram como campeões em suas categorias.

De acordo com o Presidente da Federação Catarinense de Surf (Fecasurf), Renato Melo, a etapa também movimentou uma gama de profissionais que trabalharam nos bastidores dando suporte aos atletas, além dos que atuaram na organização.

– Todas as medidas de isolamento foram respeitadas exaustivamente pela organização e mesmo com estas barreiras o evento ultrapassou as limitações e com este novo formato virtual, conseguiu chegar bem próximo do que é uma competição presencial. Com certeza esse evento entrou pra história do surf competição brasileiro, por ser inovador e criativo, dois fatores importantes para se destacar e fazer a diferença. Foi uma excelente maneira de superar a pandemia da Covid-19 -, afirma Affonso Eggert, fundador da Oceano Surfwear.

Para a manezinha Laura Raupp, atleta do Campeche, campeã da categoria feminina Sub-18 e vice-campeã da sub-14, o formato permitiu que os participantes mostrasse bem o seu surf.

– Eu me dediquei bastante para produzir boas imagens para essa competição, e graças a Deus consegui. Destaco também o excelente trabalho dos juízes, sempre pontuando as performances com notas justas -, diz.

O aprimoramento e a dedicação também marcaram a vitória de mais um atleta.

– Mesmo não estando acostumado ao formato virtual de disputa, esse evento me instigou a dar o melhor de mim nos treinos e poder me sair bem no campeonato -, completa Léo Casal, Campeão Sub-16 do Surf Talentos Oceano Virtual 2020, que também reside e treina nas obdas do Campeche, no Suil da Ilha.

Confira os resultados oficiais Circuito Surf Talentos Oceano Virtual 2020 – 2ª etapa – Circuitos Fecasurf Amador/Surf Talentos Oceano

Sub-18
1º- Luã Silveira (SC) Floripa/Joaquina
2º- Mateus Sena (RN)
3º- Luiz Mendes (SC) Barra do Sul
3º- Kayki Araújo (SC) baiano radicado em Floripa

Sub-16
1º- Léo Casal (SC) Floripa Campeche
2º- Kayki Araújo (SC)
3º- Gabriel Klaussner (SP)
3º- Noah Machado (SC) Piçarras

Léo Casal (Foto: divulgação)

Sub-14
1º- Gabriel Ogasahara (SC) Floripa Joaquina
2º- Esdras Morais (BA)
3º- Kalani Abrahão (SC) Costa Rica
3º- Ryan Martins (SC) Santiago, chile

Sub-12
1º- Anuah Chiah (PR)
2º- Kalani Renno (SP)
3º- Levi Silva (RN)
3º- Ryan Martins (SC)

Feminina Sub-18
1ª- Laura Raupp (SC)
2ª- Kiany Hyakutake (SC) Praia Grande
3ª- Potira Castaman (BA)
3ª- Sol Carrion (SP)

Feminina Sub-14
1ª- Nairê Marquez (SP)
2ª- Laura Raupp (SC)
3ª- Maya Carpinelli (SC) Garopaba
3ª- Maria Eduarda (RN)

Feminina Sub-12
1ª- Luara Mandelli (PR)
2ª- Maria Clara Dornelas (RN)
3ª- Luiza Rosa Teixeira (SC) Imbituba
3ª- Sarah Ozorio (RJ)

Masculino Sub-10
1º- Arthur Vilar (PB)
2º- Matheus Jhones (RN)
3º- Michel Demétrio (SC) Palhoça
3º- Vini Palma (SP)

Gabriel Ogasahara (Foto: divulgação)

A segunda etapa do Circuito Surf Talentos Oceano Virtual 2020 (segunda etapa do Circuito Catarinense Amador Fecasurf) – Oceano 40 anos é apresentado por Mini Kalzone e Silverbay; Patrocínio da Oceano Surfwear; Apoio de SRS Surfboards, Sibon Charters, Kbral Centro Automotivo, Lord Of The Sea, Planeta Surf, Dalila Textil, Keep the Ocean Blue e Eco Local Brasil; Produção e Realização da Swell Eventos; e Homologação e Supervisão Técnica: Fecasurf.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.