Cobalchini valoriza decisão no STJ como prova da eficiência da CPI dos Respiradores

Deputado Valdir Cobalchini
FOTO: Fábio Queiroz/Agência AL

Deputado Valdir Cobalchini (MDB) reagiu à decisão do ministro do STJ Benedito Gonçalves, que determinou o prosseguimento das investigações que envolvem a participação do governador Carlos Moisés(PSL), destacando a importância da CPI dos Respiradores, realizada na Assembleia Legislativa como ação que reforçou a busca de provas e culpados pelo prejuízo do Estado numa operação de compra de equipamentos nunca entregues com pagamento adiantado, no valor de R$ 33 milhões. Cobalchini recebeu apoio do colega de bancada Moacir Sopelsa, outro integrante da CPI pelo MDB.

Para os dois parlamentares, a CPI realizou um trabalho investigativo e apurou falhas graves que, segundo Cobalchini, “manchou a administração pública de Santa Catarina”. Daí a importância do processo, que agora serve de subsídio para ações no STJ, a exemplo do que também foi apurado pelo Ministério Público, Gaeco e Tribunal de Contas do Estado.

“Estou de consciência tranquila”, disse Cobalchini, usando o horário do MDB na sessão plenária, quando lembrou dois ícones da sigla, o ex-governador Luiz Henrique e o ex-deputado federal Ulysses Guimarães. O primeiro, a quem chamou de professor, dizia que “só não podemos brigar com a nossa consciência, pois quando estamos com a razão podemos enfrentar quem quer que seja”. Do lendário Ulysses recuperou a frase épica sobre o dever do agente público: “Não roubar, não deixar roubar, por na cadeia quem rouba”.

O raciocínio mirou em seguida para o atual governo catarinense: “O pecado não é só fazer, mas deixar fazer, ser omisso, sabendo o que estava acontecendo”, sentenciou Cobalchini. Sopelsa fez coro, lembrando que a CPI da Assembleia “esclareceu fatos” e mostrou que o Parlamento deve cumprir com o dever de fiscalizar. “Oferecemos elementos importantes para o prosseguimento das investigações, para que os culpados possam pagar exemplarmente”, finalizou Cobalchini.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.