Covid-19: Imbituba registra 36 novos infectados nesta terça-feira (17) e SC tem maior número de casos da pandemia; Garopaba cancela festas

Imbituba confirmou, no início da noite desta terça-feira (17), 37 novos casos da Covid-19 no município, sendo 12 confirmados por testes rápidos e, 25, por exame laboratorial (LACEN). Os bairros Vila Nova e Nova Brasília foram os com maior números de casos. (Confira ao fim desta reportagem a lista dos novos infectados, por bairro em Imbituba).
Garopaba
Em Garopaba, foram 11 casos em 24 horas, completando 761 desde o início da pandemia, com quatro óbitos. Lá, a secretária do Turismo Liziele Araujo confirmou nesta terça-feira que as festividades natalinas, assim como as de reveillon, também estão suspensas devido à pandemia do novo coronavírus. Imbituba já havia suspendido as festas de fim de ano.

Laguna com UTI lotada e leitos chegando ao limite de ocupação
Em Laguna, a diretoria do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos emitiu uma nota alertando a população para o aumento na ocupação dos leitos direcionados ao tratamento de Covid-19. Até esta segunda-feira (16) os leitos de enfermaria estavam quase todos lotados e os leitos de UTI estão com 100% de ocupação. A direção informou que o excesso de atendimentos ambulatoriais (casos não urgentes) ocorridos na emergência tem dificultado a agilidade no atendimento aos pacientes graves que se destinam a emergência do hospital.

Mortes na Amurel
A Amurel soma 242 mortes provocadas por covid-19: Tubarão (106), Laguna (22), Braço do Norte (21), Capivari de Baixo (17), Imbituba (16), Gravatal (9), Jaguaruna (9), Imaruí (7), Armazém (6), São Ludgero (5), Pescaria Brava (5), Pedras Grandes (5), Sangão (4), São Martinho (3), Rio Fortuna (3), Grão-Pará (2), Santa Rosa de Lima (1) e Treze de Maio (1).

Santa Catarina
Também nesta noite, Santa Catarina registrou o maior número diário de casos de Covid-19 em oito meses de pandemia. Conforme o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, foram incluídas 5.178 confirmações, com 40 mortes em um dia. O número registrado não tem relação com testes represados, segundo a Saúde, e figura como a maior alta se desconsiderada a do dia 31 de agosto, que contabilizou mais de 30 mil confirmações em um só boletim em virtude de problemas técnicos. Anteriormente, o maior número era de 4,8 mil casos, registrados há exatos sete dias.
Com isso, o Estado já soma 302.578 casos confirmados desde o início da pandemia, com 280 mil recuperados, cerca de 92% do total. O índice de recuperados tem apresentado retração nas últimas semanas. As mortes agora já são 3.370, com 40 registradas somente nesta atualização, um número também expressivo, se comparado ao dos últimos boletins, que oscilavam entre 10 e 30 registros diários.
Brasil é o 2º do mundo em casos, atrás apenas dos EUA
O Brasil tem 166.101 mortes por coronavírus confirmadas até as 13h desta terça-feira (17), segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número é o segundo maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. A média móvel de novas infecções nos últimos 7 dias teve uma variação de +59% em relação aos casos registrados em duas semanas. Esse percentual é o maior desde 3 de junho.

Números surpreendem em Santa Catarina
Mesmo dentro das projeções mais pessimistas da gestão epidemiológica de Santa Catarina, esses números acabaram surpreendendo. Segundo a Superintendente de Vigilância em Saúde, Raquel Bitencourt, o principal fator que contribui para a situação mais crítica são as quebras de isolamento social.
“Sabíamos que [os casos] iam aumentar, mas não tanto. Na verdade, o que vemos é que as pessoas não estão seguindo as regras de distanciamento. Isso que nos preocupa muito. Pedimos que as pessoas no mínimo usem máscaras e respeitem o distanciamento”, afirma.
As altas coincidem com o período de aproximadamente duas semanas após o registro de aglomerações. É o caso, por exemplo, nos feriados, como na Praia do Rosa, em Imbituba, em Florianópolis e Balneário Camboriu, no primeiro dia de novembro. Além disso, coincidem com eventos como baladas noturnas, inclusive nas que são organizadas de forma clandestina e desrespeitam regras sanitárias. “Você vai no comércio, que tem demarcação, mas as pessoas não se atentam que tem que manter o distanciamento. Elas veem o adesivo no chão e ignoram”, comenta a superintendente.

Novo mapa de risco
Agora as atenções se voltam para a divulgação do próximo mapa de risco para a pandemia. O levantamento, elaborado pelo Coes (Centro de Operações de Emergência em Saúde) e divulgado pelo Governo do Estado, deve ser divulgado entre esta quarta (18) e quinta-feira (19).
O monitoramento leva em consideração os dados das regiões, e serve como base para a ampliação das restrições ou liberações. Atualmente, a região da Grande Florianópolis, juntamente com Xanxerê, figura isolada com sinal vermelho, em risco potencial gravíssimo, o maior da escala.
Apesar disso, a capital tem menos casos confirmados do que Joinville, que ainda acumula o maior número de confirmações. Contudo, Florianópolis subiu várias posições no ranking nas últimas semanas, e já é apontada por alguns especialistas como epicentro de uma suposta segunda onda.

Cidades com mais casos confirmados de Covid-19 em SC:
Joinville – 26.750
Florianópolis – 26.432
Blumenau – 17.454
São José – 14.893
Palhoça – 10.347
Balneário Camboriú – 9.914
Criciúma – 9.855
Itajaí – 9.838
A variação de casos, em percentual, é menor na Grande Florianópolis, mas a região tem os números absolutos mais críticos. Foram 5 mil casos confirmados na última semana, e 5,7 mil na anterior, o que significa uma queda de praticamente 11%, mas as demais regiões não possuem altas absolutas próximo disso.

Hospitais superlotados
Desde que o Estado começou a confirmar mais de 2 mil casos por dia nos boletins epidemiológicos, o índice de ocupação das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) tem subido. Atualmente, são 76,4% dos leitos lotados, ou seja, 1.074 ocupados de um total de 1.406 ativos.
Dos ocupados, são 400 por pacientes do novo coronavírus, e 674 por pacientes com outras enfermidades, algo que pode ser explicado, em parte, pela liberação das cirurgias eletivas, que ficaram represadas há meses com decretos estaduais e municipais.
Apesar de ainda haver 332 leitos livres, Santa Catarina possui seis unidades hospitalares totalmente superlotadas. Os hospitais sem vagas são:
Hospital Bethesda, em Joinville
Hospital Maicé, em Caçador
Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê
Hospital São José, em Jaraguá do Sul
Hospital Waldomiro Colautti, em Ibirama
Hospital São José, em Maravilha
Destes, somente o São José, em Maravilha, no Oeste, não possui pacientes da Covid-19. No total, as unidades ofertam 109 leitos de UTI, e estão com 45 pacientes da Covid-19.

Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil volta a ficar acima de 1
A taxa de transmissão (Rt) do novo coronavírus voltou a subir no Brasil, aponta monitoramento do Imperial College de Londres, no Reino Unido. A atualização da estimativa foi divulgada nesta terça-feira (17) e considera dados coletados até a segunda-feira (16).
O relatório mostra que o índice está em 1,10. Isso significa que cada grupo de cem pessoas contaminadas transmitem o vírus para outras 110 pessoas. Os dados levam em conta a média das estimativas de mortes na comparação das duas semanas. Pelas estatísticas, essa taxa pode ser maior (até Rt = 1,24) ou menor (até Rt = 1,05).
Os cientistas apontam que “a notificação de mortes e casos no Brasil está mudando; os resultados devem ser interpretados com cautela”. Na última semana, o Brasil atingiu o menor valor desde abril: 0,68.
Simbolizado por Rt, o “ritmo de contágio” é um número que traduz o potencial de propagação de um vírus: quando ele é superior a 1, cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e a doença avança.

Lista de infectados por bairro em Imbituba: Alto Arroio – 03Araçatuba – 01Boa Vista – 01Campestre – 02Centro – 02Ibiraquera – 02Morro do Mirim – 01Nova Brasília – 05Paes Leme – 02Sambaqui – 02São Tomaz – 01Vila Nova – 07Vila Nova Alvorada – 03Vila Santo Antônio – 01Village – 01Outras cidades – 03

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.