Defensoria Pública de Joinville entra com ação para pedir lockdown na cidade

A cidade mais populosa de Santa Catarina também registra o maior número de mortes pela Covid-19 desde o início da pandemia. / Foto /Sive / Aconteceu em Joinville

A Defensoria Pública de Joinville entrou com uma Ação Civil Pública, nesta segunda-feira (27), para solicitar que a prefeitura de Joinville decrete lockdown na cidade. Entre os argumentos, está a ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e o crescente número de casos e mortes por Covid-19.

No documento, de 21 páginas, a Defensoria Pública lembra que a cidade já tem mais de 100 mortes por Covid-19 e também é a cidade com mais casos confirmados da doença em Santa Catarina – em todo o Estado, já chega a 924 o total de mortes. A Ação Civil Pública é assinada pelo defensor público Djoni Luiz Giglen Benedete.

Ao fim das 21 páginas, o defensor público Djoni Luiz Giglen Benedete solicita que a Justiça conceda uma liminar obrigando que a prefeitura decrete “imediata suspensão do funcionamento de atividades e serviços não essenciais no Município de Joinville (…), pelo período mínimo de 14 dias e quantas vezes forem necessárias para se tentar combater a transmissibilidade do novo Coronavírus e diminuir o número de casos confirmados, óbitos e taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para Covid-19”.

“A partir do quadro acima delineado, percebe-se a gravidade da situação relacionada ao novo coronavírus em Joinville, uma vez que, em apenas 4 meses, houve um salto de 44.000% no número de casos confirmados e, em apenas 3 meses, um salto de mais de 1.000% no número de internados em UTI e de mais de 2.600% no número de óbitos”, diz, em determinado trecho.

A cidade mais populosa de Santa Catarina também registra o maior número de mortes pela Covid-19 desde o início da pandemia. São, de acordo com informações do boletim da Secretaria de Saúde de Joinville, 114 mortos e 7.483 casos confirmados desde março. Com isso, a cidade se tornou o epicentro da doença no Estado.

Ocupação de leitos de UTI

O extenso documento produzido pela Defensoria Pública de Joinville narra ainda a ocupação de leitos de UTI e como o uso desses espaços é compartilhado com cidades vizinhas.

Source: https://venha.leraqui.net/caderno/santa-catarina/feed/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.