Dois balões caem quase ao mesmo tempo na Represa do Passaúna

Praticantes de stand up paddle e de caiaque fizeram a retirada do material da água, em Curitiba. Balões caem na represa do Passaúna
Dois balões caíram quase ao mesmo tempo na Represa do Passúna, em Curitiba, no fim de semana.
Segundo testemunhas, os balões chegaram à represa vindos de Campo Largo, que fica na Região Metropolitana da capital paranaense.
Praticantes de stand up paddle e de caiaque fizeram a retirada do material da água na tarde de sábado (29).
De acordo com eles, os restos dos balões sujam a represa que abastece parte de Curitiba e traz perigo para a prática de esportes na água.
Dois balões caíram na Represa do Passaúna
Reprodução/RPC
Crime ambiental
Fabricar, vender, transportar ou soltar balões é crime ambiental. A pena pode chegar a três anos de detenção.
Polícia descobre fábrica de balões proibidos na Região de Curitiba e prende 2 jovens em flagrante
Além disso, soltar balão é um crime inafiançável, ou seja, a pessoa que for presa soltando balões não tem direito a pagar fiança para sair da cadeia.
O risco de soltar balões é enorme – dependendo de onde cair, pode provocar incêndios e grandes estragos.
Estiagem aumenta risco de incêndios

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.