GM de Balneário suspendeu rondas de moto

O grupo de Respostas Rápidas (GRR) da guarda Municipal de Balneário Camboriú está sem motocicletas para trabalhar nas ruas nas últimas semanas. De acordo com a secretaria de Segurança, o contrato de locação de 15 motos utilizadas pelo GRR foi cancelado e uma nova licitação já está aberta para substituí-las. O motivo foi o descumprimento de cláusulas da antiga prestadora do serviço.

O pregão eletrônico está marcado para o dia 4 de setembro, quando será conhecida a empresa vencedora da na licitação 102/2020, lançado no último dia 13. Serão locadas 12 motos acima de 285cc, com valor máximo de R$ 1.866,66 por moto ao mês, e três motos acima de 470cc, com valor máximo de R$2.466,66 por moto ao mês. Com a previsão de locação por 12 meses, o total do gastos com as motos tem como teto R$357.599,99.

De acordo com o secretário de Segurança, Antonio Gabriel Castanheira Júnior, “as motocicletas são alugadas, o que facilita o processo de manutenção desses veículos. Foi feita a licitação da locação mas a  empresa não estava respeitando as cláusulas do contrato, que foi encerrado”. O item descumprido diz respeito à manutenção das motos, informou a assessoria da GM.

Após a conclusão dos trâmites da licitação, a expectativa é que as motos sejam entregues já nos dias seguintes para que o trabalho seja retomado.

Com Agências

Adicionar aos favoritos o Link permanente.