Imbituba: Prefeitura recebe primeiros equipamentos e falta pouco para a efetivação da UTI no Hospital São Camilo

A Prefeitura de Imbituba começou a receber, na tarde desta sexta-feira (21), os primeiros equipamentos que serão instalados na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Camilo. São aparelhos de hemodiálise que farão parte da UTI-Covid-19 a partir do mês de setembro.

Inclusive, o município já efetuou a compra dos demais equipamentos que serão incorporados a UTI do São Camilo para o atendimento aos pacientes infectados pelo novo coronavírus. Parte desses aparelhos foi custeada pelo Governo do Estado.

Há exato um mês, o Secretário de Estado da Saúde, André Mora Ribeiro, confirmou a habilitação de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Imbituba.

A escassez de leitos de terapia intensiva na região por conta da pandemia da Covid-19 facilitou o processo de liberação, que também contou com o apoio da Associação Empresarial de Imbituba (ACIM), da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e da Câmara de Vereadores.

Vale ressaltar que, por ser, neste primeiro momento, uma UTI Covid, o Governo do Estado irá bancar 100% do custo até o fim do ano. Em 2021, quando os leitos passarem a ser de Unidade de Terapia Intensiva normal, haverá a divisão dos valores com o município de Imbituba.

No próximo ano, para manter os 10 leitos em funcionamento no Hospital São Camilo, o custo mensal será de, aproximadamente, R$ 480 mil. Com a habilitação dos leitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), esse valor cairá pela metade, já que o Ministério da Saúde irá custear os outros 50% da manutenção mensal.

Com Agências

Adicionar aos favoritos o Link permanente.