Importações recuam, e balança comercial tem maior superávit em um mês de agosto em 32 anos

Superávit no mês foi de US$ 6,6 bilhões. No acumulado dos oito primeiros meses deste ano, saldo positivo sobe 13,7%, para US$ 36,5 bilhões. A balança comercial registrou superávit de US$ 6,609 bilhões em agosto, informou o Ministério da Economia nesta segunda-feira (1).
O superávit acontece quando as exportações superam as importações. Quando ocorre o contrário, é registrado déficit comercial.
Esse é o melhor resultado para agosto desde o início da série histórica, em 1989. Em 32 anos, é o maior superávit para agosto. No mesmo período do ano passado, o saldo foi positivo em R$ 4,099 bilhões.
Em agosto deste ano, as exportações somaram US$ 17,741 bilhões, valor 5,5% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. As importações totalizaram US$ 11,113 bilhões, recuo de 25,1% na mesma comparação.
Acumulado de 2020
No acumulado dos oito primeiros meses deste ano, a balança comercial registrou superávit de US$ 36,594 bilhões, informou o Ministério da Economia.
O resultado é 13,7% maior que o saldo de US$ 32,171 bilhões registrado no mesmo período do ano passado.
De acordo com o governo, no acumulado deste ano, as exportações somaram US$ 138,633 bilhões (queda de 6,6% na comparação com o mesmo período do ano passado). A média diária foi de US$ 830 milhões.
As importações somaram US$ 102,039 bilhões, com recuo de 12,3% em relação ao mesmo período de 2019. A média diária foi de US$ 611 milhões.
Projeções
No ano passado, a balança comercial registrou superávit comercial de US$ 48 bilhões (valor revisado). Com isso, o saldo positivo, assegurado principalmente pela exportação de produtos básicos, ficou 19,6% abaixo do de 2018.
A expectativa do mercado financeiro para este ano é de nova queda do saldo comercial. Segundo pesquisa realizada pelo Banco Central na semana passada, a previsão para 2020 é de um saldo positivo de US$ 55 bilhões nas transações comerciais do país com o exterior.
O Banco Central, por sua vez, prevê um superávit da balança comercial de US$ 39 bilhões neste ano – com exportações em US$ 187,5 bilhões e importações no valor de US$ 148,5 bilhões.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.