Manaus tem ato em frente a Carrefour após morte de cidadão negro em mercado


Movimento negro faz manifestação em Manaus
Leandro Guedes/ Rede Amazônica
Um grupo de manifestantes do movimento negro fez uma manifestação em frente ao Carrefour do bairro Adrianópolis, em Manaus, na tarde deste sábado (21), contra a morte do soldador João Alberto Freitas, em Porto Alegre.

O cidadão negro foi morto após ser agredido por vigilantes brancos em uma unidade do Carrefour na capital gaúcha. O laudo inicial indica que o soldador, de 40 anos, foi morto por asfixia.

Cerca de 40 manifestantes participaram do ato. O grupo colocou cartazes na grade em frente ao supermercado e está reunido na calçada, sem atrapalhar o trânsito.
*Colaborou Leandro Guedes, da Rede Amazônica
Movimento negro faz ato em Manaus
Leandro Guedes/ Rede Amazônica
Protesto em frente ao Carrefour, em Manaus
Leandro Guedes/ Rede Amazônica

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.