Moradores reclamam de enchentes na Estrada do Areião, em Suzano


Eles dizem que quando chove não conseguem sequer sair para trabalhar. Prefeitura afirma que limpou córrego no trecho onde isso é possível, mas diz que onde há ocupações irregularidades não consegue chegar com as máquinas. Estrada do Areião alagada em Suzano
Thayssa Lima de Queiroz/VC no site
Moradores da Estrada do Areião, no Jardim Maitê, em Suzano, esperam uma solução para as enchentes constantes na via. Na casa da estudante Thaíssa Lima de Queiroz já não entra mais água por causa da obra que a família fez, mas a rua fica cheia. A internauta fez fotos da enchente de segunda-feira (4) e enviou à redação por meio da ferramenta colaborativa VC no site.
A Prefeitura afirma que limpou córrego no trecho onde isso é possível, mas diz que onde há ocupações irregularidades não consegue chegar com as máquinas. Novos máquinas que vão chegar devem ajudar.
O comércio da mãe de Thayssa, Carolina Silva Lima, fica vazio em dia de alagamento e ela diz que ninguém consegue ir para o trabalho.
“O rio está com muito barro. Precisava passar uma máquina para limpar e tirar. A gente já foi atrás disso, mas eles dizem que como é área de invasão não tem como fazer nada”, lamenta.
Nota da Redação: De acordo com a Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos de Suzano, os serviços de limpeza no local foram realizados até onde é possível ter acesso com as máquinas – nos trechos onde há ocupações próximo ao córrego, não há passagem para as máquinas.
A pasta está recebendo novos maquinários neste começo de ano, o que dará mais agilidade às equipes de manutenção – o bairro já está no cronograma de ações da Secretaria.
Mesmo assim, a Prefeitura solicita aos cidadãos que evitem o descarte irregular de lixo e entulho e que denunciem caso saibam desta prática – lixo e entulho nos córregos podem causar o entupimento de tubulações, o que atrapalha a vazão da água e pode acarretar em alagamentos.
Queixas podem ser feitas pelo telefone da Secretaria de Meio Ambiente, no (11) 4745.2055 ou na Fiscalização de Posturas, no (11) 4745-2046 – o horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Também é possível ligar no plantão da GCM: 153 ou 4745-2150 (24 horas).
Moradores esperam solução para enchentes no Jardim Maitê, em Suzano
Thayssa Lima de Queiroz/VC no site

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.