Neve em Santa Catarina: saiba em quais cidades é possível ver o fenômeno

Cidades do Planalto Sul e da Serra são as mais indicadas para acompanhar a neve quando ela aparece no Estado

Santa Catarina também é destino para quem procura pelo frio, turismo de inverno e neve. O fenômeno costuma ocorrer na região mais alta do Planalto Sul e na Serra, e quando os flocos de gelo tomam conta da paisagem, garantem a alegria dos turistas. Urupema, São Joaquim, Urubici, Bom Jardim da Serra e Lages são cidades onde neva com mais frequência, segundo dados da Epagri/Ciram.

O monitoramento da neve em Santa Catarina pela Epagri iniciou há 21 anos, e desde então, as cidades mais altas no Planalto Sul é que costumam registrar o fenômeno. 

Historicamente, o ano que mais nevou no Estado foi em 2013, em 96 municípios. Em dados oficiais, foi o maior registro em abrangência e em volume de neve que Santa Catarina já teve.

Onde ver a neve em SC?

Quando há a combinação do frio intenso com a umidade, as condições são favoráveis para a ocorrência de neve. Para essa semana, a previsão é que pode nevar com intensidade em Santa Catarina a partir de quinta-feira (20).

Urupema

Considerada a cidade com maior altitude em Santa Catarina segundo o Governo do Estado, Urupema está a 1.425 metros acima do nível do mar. A cidade é pequena, com pouco mais de 2,4 mil habitantes, mas atrai turistas em busca do frio. No Morro das Antenas, as temperaturas negativas são garantidas durante os dias de inverno, e a formação de sincelo também garante belas fotos para quem visita a cidade.

Distância Florianópolis – Urupema: pela BR-282, 207 quilômetros.

Registro de neve em Urupema no ano de 2010

São Joaquim

No centro de São Joaquim, as árvores que congelam por meio de um sistema de gotejamento são um atrativo à parte. No interior do município, as geadas são constantes, principalmente na região do Vale dos Caminhos da Neve. Para quem gosta de enoturismo, a cidade tem diversas vinícolas que produzem os chamados ‘vinhos de altitude’.

Distância Florianópolis – São Joaquim: pela BR-282 e SC-110, 230 quilômetros. Pela BR-101 e SC-390, via Serra do Rio do Rastro, 271 quilômetros.

São Joaquim teve registro de neve forte em 2010

Urubici

Em Urubici está localizado o acesso ao Parque Nacional de São Joaquim, onde ficam o Morro da Igreja e a Pedra Furada, dois pontos turísticos da região. A parte mais alta da Serra do Corvo Branco fica em Urubici, e trafegar por essa estrada é garantia de aventura e de belas paisagens, devido às diversas curvas do percurso e também à formação rochosa que se etende ao longo do caminho.

Florianópolis – Urubuci: Pela BR-282, 170 quilômetros.

Urubici coberta pela neve em 2010)

Bom Jardim da Serra

Conhecida pelo Mirante da Serra do Rio do Rastro, Bom Jardim da Serra é a primeira cidade no topo da serra para quem vem de Lauro Müller e enfrenta as 284 curvas do trecho. A cidade também costuma registrar geada e é um dos pontos onde neva em Santa Catarina. Aos finais de semana de inverno, moradores da região costumam fazer um bate-volta na cidade em busca do frio e de belas paisagens.

Florianópolis – Bom Jardim da Serra: via BR-282 e SC-110, 242 quilômetros. Pela BR-101 e SC-390, via Serra do Rio do Rastro, 228 quilômetros.

Trecho da Serra do Rio do Rastro ficou congelado em 2019
(Foto: PMRv. divulgação)

Lages

O turismo rural é forte em Lages, e nos dias de inverno, a culinária com a presença do pinhão e a hospitalidade não podem faltar. A cidade possui monumentos para visitação e também estruturas em pontos mais altos, onde é possível ter uma visão panorâmica. A ocorrência de neve não é tão frequente como nas demais cidades, sendo os episódios de sincelo (chuva congelada) e de formação de geada os fenômenos mais comuns.

Florianópolis – Lages: pela BR-282, 226 quilômetros

São Joaquim ficou coberta de neve em julho de 2013

Adicionar aos favoritos o Link permanente.