O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler enviou medida cautelar para que o governo do Distrito Federal pare de repassar dinheiro à empresa Biomega Medicina Diagnóstica

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler enviou medida cautelar para que o governo do Distrito Federal pare de repassar dinheiro à empresa Biomega Medicina Diagnóstica, vencedora de licitação com o governo do DF para a venda de 100 mil testes rápidos. A informação é da âncora Daniela Lima.

O tribunal apura indícios de pagamento indevido, suspeita de fraudes e de direcionamento da licitação vencida pela Biomega. Zymler reconhece que há sinais de fraude na concorrência de R$ 29 milhões.

Medida cautelar do ministro do Tribunal de Contas da União, Benjamin Zymler, para que o governo do Distrito Federal pare de repassar dinheiro para a Biomega (02.set.2020)

O TCU mandou que a Biomega e o governo do DF prestem esclarecimentos sobre o suposto direcionamento das licitações.

A decisão já está em vigor e será discutida pelo plenário do TCU na próxima semana. A investigação é desdobramento da Operação Falso Positivo.

Com Agências

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.