Polícia conta detalhes do crime que chocou o Vale do Rio Tijucas

Na tarde desta sexta-feira, 28, as polícias Militar e Civil de Tijucas realizaram uma coletiva de imprensa para esclarecer detalhes sobre o crime bárbaro, que chocou toda a região.

Por volta das 9 da manhã a PM foi acionada por populares da localidade do bairro Galera, em Canelinha, que haviam encontrado o corpo de uma mulher, brutalmente assassinada, grávida de 36 semanas, e que teve o bebê arrancado de seu ventre com o uso de um estilete. Tratava-se do corpo de Flávia Godinho Mafra, de 24 anos, que havia saído na tarde anterior para a um suposto chá de bebê surpresa, e desde então não foi mais vista.

Duas pessoas foram presas (uma mulher de 26 anos e o marido de 44 anos) nesta sexta, por suspeita da autoria do crime.

A coletiva realizada na sede da 3ª Companhia do 12º Batalhão da PM, em Tijucas, contou com as presenças do comandante do batalhão, tenente coronel Daniel Freitas, o da companhia, capitão Favoretto e ainda do delegado da comarca de Tijucas, Paulo Freyesleben, além de outros policiais que atuaram no caso.

O corpo da jovem será velado na manhã deste sábado, 29, à partir das 7h na Capela Mortuária Vó Maroca, no Centro de Canelinha.

O sepultamento acontecerá às 11h, no cemitério do município.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.