Presidente do Líbano nomeia embaixador para Alemanha como novo primeiro-ministro

A nomeação de Adib acontece após a renúncia do gabinete do ex-premiê Hassan Diab, ocasionada pelos reflexos vividos pelo Líbano depois de uma mortal explosão no porto de Beirute, informou a assessoria de imprensa de Aoun.

No início do dia, Aoun conversou com altos funcionários do país e facções políticas sobre a nomeação de um novo chefe de governo, com a maioria deles apoiando a candidatura de Adib para este cargo.

“O presidente Aoun convocou o embaixador Mustapha Adib para incumbi-lo da formação de um novo governo”, escreveu o gabinete libanês no Twitter, citando a Diretoria Geral.

Adib agradeceu ao presidente e ao Parlamento do Líbano pela nomeação e prometeu formar um governo o mais rápido possível.

“Não há tempo para promessas e desejos. Há apenas tempo para o trabalho de todas as forças e uma unidade nacional pela recuperação de nossa Pátria”, disse o político aos jornalistas.

O novo premiê libanês enfatizou que todas as forças políticas reconhecem as oportunidades limitadas do Líbano para escapar da crise atual e compreender a necessidade de formar rapidamente um movimento e iniciar reformas.

Adib é embaixador em Berlim desde julho de 2013. Além disso, o funcionário foi assessor do ex-primeiro-ministro Najib Mikati durante seu mandato entre 2011 e 2013.

A administração do ex-primeiro-ministro Hassan Diab deixou o cargo logo depois que uma explosão devastadora no porto de Beirute em 4 de agosto, que matou pelo menos 190 pessoas e feriu mais de 5 mil. Segundo as autoridades libanesas, a explosão foi causada pelo armazenamento indevido de 2.750 toneladas de nitrato de amônio.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.