Procon e polícia Civil fecham empresa de Itajaí por suspeita de fraude

O Procon de Santa Catarina, com apoio da polícia Civil de Itajaí, interditou a empresa Porto Contêiner na manhã desta terça-feira. A empresa fica na rodovia Antônio Heil, no bairro Itaipava.
A empresa responde a processos administrativos por venda de contêineres que não estaria entregando.
Segundo a polícia Civil, não houve prisões. O procedimento foi administrativo. A empresa tem 10 dias para recorrer da interdição.
Durante o período de recurso, a empresa está proibida de funcionar. Segundo Tiago Silva, chefe do Procon, se houver descumprimento da interdição, a empresa poderá pagar multa de um milhão de reais a ser recolhida pelo fundo de Reconstituição do Bens Lesados.
O Procon repassará mais informações sobre a interdição ainda nesta terça-feira. O DIARINHO tentou contato com a empresa, mas ninguém atendeu ao telefone divulgado no site da Porto Contêiner.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.