Vale recebe 6 declarações de estabilidade negativas, mas não vê impacto em produção

A mineradora Vale recebeu declarações de condição de estabilidade negativas (DCEs) para seis estruturas geotécnicas em Minas Gerais, mas ressaltou não ver impactos sobre a produção em 2020, segundo comunicado da companhia nesta quarta-feira.

Em duas das estruturas com DCEs negativas, os diques Paracatu e Patrimônio, nas minas Fazendão e Gongo Soco, a Vale disse que iniciou “de forma preventiva” medidas do protocolo nível 1 do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração, que não exigem evacuação da população a jusante.

Outras quatro barragens que tiveram DCEs negativas já tiveram protocolos de nível 1 iniciados anteriormente também de forma preventiva, ainda segundo a empresa.

Essas estruturas são Borrachudo II, na Mina Cauê, em Itabira, as barragens 6 e 7A, da Mina de Águas Claras, em Nova Lima, e Área IX, na mina de Fábrica, em Ouro Preto.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.