#Verificamos: É montagem vídeo que mostra Biden dormindo em entrevista ao vivo

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra o candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, dormindo durante entrevista ao vivo para um jornal. O vídeo foi compartilhado no Twitter por figuras públicas norte-americanas, entre elas o diretor de mídia social de Donald Trump, Dan Scavino. No Brasil, ele foi visualizado por milhares de pessoas desde o dia 31 de agosto. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Joe Biden invencível! Alguma autodeclarada ‘agência de checagem de fatos’ precisa checar a intensidade do ronco de Joe Biden”
Vídeo publicado no Twitter que, até às 9h do dia 03 de setembro de 2020, tinha sido retuitado por mais de 3,8 mil pessoas

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa é uma montagem. Dois vídeos diferentes, um deles exibido em 2011, e outro em 2020, foram usados na edição. O primeiro não tem nenhuma relação com o candidato à presidência dos Estados Unidos Joe Biden: trata-se, na verdade, de uma entrevista ao vivo exibida pela KBAK-TV, canal virtual afiliado à CBS, com o ator e cantor Harry Belafonte. O segundo é de uma conversa virtual entre Biden e a ex-secretária de Estado Hillary Clinton. Sons de ronco foram adicionados digitalmente.

No vídeo original de 2011, a apresentadora do programa Eyewitness News chama o ator e cantor Harry Belafonte, então com 84 anos, para uma entrevista ao vivo. Porém, ele aparenta estar dormindo. A entrevistadora, então, pede para que ele acorde. Na época, um porta-voz do músico comentou que houve uma falha técnica e por isso a imagem dele ficou congelada, dando a aparência de que ele estaria dormindo.

Já o vídeo de 2020 mostra uma conversa entre Biden e Hillary em um evento virtual de campanha, em abril. Em determinado momento, Biden olha para baixo e parece fechar os olhos durante uma das falas da ex-secretária. 

Os dois vídeos foram editados, junto com sons de ronco, pelo produtor e editor audiovisual Damon Imani, que explicou o processo em seu Twitter pessoal. No dia 1º de setembro, ele postou em seu canal no YouTube outra paródia em que aparece ligando para Joe Biden que, mais uma vez, cai no sono. Ele escreveu: “Este, como o último que eles tiraram, é uma paródia (não posso acreditar que tenho que dizer isso)”. Apesar de o vídeo ser uma sátira, ele foi compartilhado como se fosse real por milhares de usuários nos Estados Unidos e no Brasil.

Esse conteúdo também foi verificado por diversos checadores de fatos dos Estados Unidos, incluindo Politifact, Snopes e Factcheck.org e as agências de notícias AFP, Reuters e Associated Press.  

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.